terça-feira, 5 de maio de 2015

Abelhas - a dança em busca de alimento.


Abelhas - a dança em busca de alimento

dança das abelhas é um importante meio de comunicação. Por meio dela, as operárias podem informar a distância e a localização exata de uma fonte de alimento, um novo local para instalação do enxame, a necessidade de ajuda em sua higiene, além de impedir que a rainha destrua as novas realeiras e se estimule a enxameação.

Foi Karl Von Frisch, um cientista alemão, quem descobriu e definiu o sistema de comunicação das abelhas utilizado para informar sobre a localização da fonte de alimento. Foram observados três tipos de dança: dança em círculo, dança do requebrado, ou em forma de oito, e dança da foice.

Dança em círculo
  
Informa sobre fontes de alimento que estão a menos de cem metros de distância da colmeia.

Dança do requebrado
  
Usada para fontes de alimento, que estão a mais de cem metros de distância. Nessa dança, a abelha descreve a direção e a distância da fonte.

Dança da foice
  
Considerada uma dança de transição entre a dança em círculo e a do requebrado, a dança da foice é utilizada quando o alimento se encontra a até cem metros da colmeia.

As danças podem ser executadas, dentro da colmeia, sobre um favo, ou no alvado. Durante a dança, a operária campeira indica a direção da fonte de alimento em relação à posição da colmeia e do sol. A distância da colmeia até a fonte de néctar é informada pelo número de vibrações (requebrados) realizadas e pela intensidade do som emitido durante a dança. Quanto menor a distância entre a fonte e a colmeia, maior o número de vibrações.

A campeira pode interromper sua dança, a curtos intervalos, e oferecer às operárias que estão observando uma gota do néctar que coletou. Com isso, a campeira informa o odor do néctar e da flor para que as demais operárias partam em busca desta fonte. O recrutamento aumenta com a vivacidade e a duração da dança.
Aprimore seus conhecimentos, acessando os cursos da área Apicultura, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.
Por Andréa Oliveira.
Fontes: Embrapa, USP, WebBee e Wikipédia


Leia mais: http://www.cpt.com.br/cursos-criacaodeabelhas/artigos/abelhas-a-danca-em-busca-de-alimento#ixzz3ZJW5os7M

Nenhum comentário:

Postar um comentário